O MENINO E A RAPOSA

10 de setembro de 2012

Um menino de cinco anos de idade morava sozinho com seu pai. Ele tinha uma raposa que era seu bicho de estimação e seu maior amigo.

O pai do garoto ouvia com muita freqüência as críticas de seus vizinhos por ter tal bicho em casa. Diziam eles:

- Você não devia deixar o seu filho sozinho com uma raposa. Raposas são animais traiçoeiros.

Todos os dias a tarde, quando chegava do serviço, o pai era recebido no portão pelo garoto e pela raposa.

Mas um dia só a raposa, toda feliz, foi esperá-lo.
Ao vê-la sozinha e com a boca suja de sangue, o pai ficou apavorado e imediatamente matou a raposa.

Correu para dentro de casa e deparou com seu filho dormindo tranqüilamente na cama. Ao lado da cama estava uma enorme cobra morta.

Moral da história: Pior do que não confiar é confiar desconfiando. Nestes casos a chances de se cometer injustiças são grandes.

1 comentários:

Pr.Marcos Maçan disse...

Meu bom amigo,passei por aki li alguns post.Parabéns o blog esta lindo.Deus abençoe sempre.

Página Anterior Próxima Página Home